terça-feira, fevereiro 19, 2008

um motivo de orgulho

Pá, acho que só nos fica bem homenagear o Schindler português, que lá porque não teve direito a um filme não quer dizer que tenha feito menos que o outro!

Inaugurado hoje museu virtual de Aristides
19.02.2008, Joana Ferreira da Costa

O museu virtual Aristides Sousa Mendes é inaugurado hoje ao final da tarde pelo presidente da Assembleia da República, Jaime Gama, assinalando os 20 anos da decisão de reabilitação do diplomata pelo Parlamento.
No museu (www.mvasm.com) será possível aceder a documentos, fotografias e filmes inéditos sobre a vida do cônsul de Portugal em Bordéus, que em 1940, numa França ocupada pelos nazis, assinou milhares de vistos permitindo a fuga de refugiados ao regime de Hitler. Destituído do cargo por Oliveira Salazar por ter desobedecido a ordens e "desonrado" Portugal, Sousa Mendes morreu na miséria em 1954. O museu, uma iniciativa da Direcção-Geral das Artes, está dividido em três corredores virtuais: um sobre a Segunda Grande Guerra, outro sobre a fuga ao regime nazi e outro sobre a liberdade, com imagens da chegada e partida de Portugal de muitos refugiados.

in Público - 19 fev 2008

ah! e só por curiosidade, o site está espectacular!!

1 comentário:

Ze_Porvinho disse...

Cara miss lee,

Eu acho que fica muito bem a homenagem e apoio-a integralmente.

Basta pensar que, colocado naquelas circunstâncias tão dramáticas, aquele Homem fez o que muito poucos se atreveriam fazer se confrontados com a mesma situação.

Infelizmente, o reconhecimento das acções em vida é algo que só se costuma fazer depois de morto.

Hic Hic Hurra

Nota - Já pensou em mudar o nome do blogue para a volta ao mundo em 80 dias, em homenagem às Suas viagens, que continuam, e a Júlio Verne? Dá gosto ver que as portas continuam escancaradas a novos amigos, mas o núcleo duro da aventura inicial permanece intocado! Parabéns por isso...