quarta-feira, outubro 17, 2007

giving birth

Se este serviço voluntariado europeu fosse uma gravidez, a criançatinha nascido ontem!!
Que é como quem diz, faz hoje 9 meses que vim parar à Estónia. E entretanto ontem lá fui tratar a data da minha viagem de regresso e tenho 2 meses para aterrar em Lisboa!
Pois é, a minha viagem de regresso tem como destino Lisboa, o que significa que provavelmente não vou ter ninguém à minha espera. Sim, tenho vários amigos em Lisboa, mas é malta trabalhadora... e eu chego a um dia de semana, por isso, não sei! Não sei se chego e passo a noite em Lisboa, e mato logo o coelho alfacinha de uma vez... Voltar ao Bairro, ver os amigos, tripar com taxistas... hum hum! Ou isso, ou vou do aeroporto direita ao Oriente apanhar o próximo comboio para o norte... Não sei o que vou fazer primeiro... se beber um abafado nas Primas ou se comer uma francesinha!!

Entretanto o povo começa a perguntar como me sinto com o regresso... Este fim de semana uma alemã disse-me: "Compared to how long you have lived here, you only have a few days left"... e essa cena bateu-me forte! Não tenho só uns dias, ainda tenho 2 meses!! Se por comparação são uns míseros dias, na realidade são 8 (fins de) semanas. Eu ainda queria ir à Ucrânia e à Suécia, mas começo a ver o guito a escacear... e ainda há muitas coisas na Estónia que quero ver, mas começo a ver o tempo a mudar... não é por falta de tempo, mas quando começar a nevar, torna-se complicado viajar!!

Quando me perguntam se estou triste porque está a acabar, não consigo dizer que sim! Claro que é um bocadinho triste saber que se vai acabar a boa vida, as viagens, o sentimento estrangeiro, as noitadas no Levist, os cigarros e a vodka baratos... que vou deixar de ver o Thomas, a Lena, as babes de minha casa... Eu sei que vou ter muitas saudades da Estónia, da neve, do mar congelado, da sauna e de todas as coisas que só faço aqui e agora. Mas vou gostar muito de voltar para as grandes discussões e jantares de família, para as francesinhas e as noitadas com os amigos, pra o drum n bass a sério, para o PÚBLICO em papel! Quero ver Coimbra, o Porto, Lisboa... quero experientar a nova auto-estrada até Chaves e ver a minha irmão a conduzir! Quero fazer coisas com a minha (reformada) mãe e ouvir as novidades da terra contadas pela minha avó! Quero ajudar a outra avó a fazer os doces de Natal, beber umas minis, e comer rissóis!!

Vou ter muitas saudades da cidade medieval, das torres e muralhas e dos sítios recônditos. Vou sentir falta de lutar na neve ou fazer anjos deitada de costas. Vou sentir falta dos olhos arregalados das pessoas: "you are portuguese?? What are you doing here?" Vou sentir falta de muita coisa, mas especialmente das pessoas. O Voluntariado é feito pelas pessoas à volta do voluntário. Vou sentor falta dos alucinados dos meus patrões, da freaks da minha casa, da senhora do mercado que me dá pêras porque eu falo russo com ela... Vou sentir falta do porteiro do Levist, da loirinha do Juksuur, dos miúdos a quem dei tantas aulas... Mas acima de tudo vou sentir falta dos voluntários que partilharam comigo segredos e medos, alegrias e cervejas, momentos e recietas. Mas esses já foram embora há muito tempo e dos novos, só 3 me dão que pensar. Desde que o meu grupo de amigos ficou reduzido a mim e ao Thomas, que estou pronta a ir embora. Os amigos não voltam, o tempo também não. Tallinn não pára e a minha vida também não. Avante Lee! Curtir os últimos dois meses e arranjar algo que fazer para quando isto realmente acabar...

3 comentários:

Joana disse...

Olá! Nao nos conhecemos, mas através d eum email de um sve, q tinha um blog de um outro sve q tinha o teu...lol, andei cá a espreitar e gostei! :) Acabei o meu sve há 4meses e estou a fazer leonardo da vinci...identifiquei-me cth em algumas coisas q dizes, principalmente neste último post!
Aproveita mto estes ultimos tempos!!!
Bjokas!!

(se um dia kiseres dar uma espreita pelo meu blog do sve- www.novemesespormiskolc.blogspot.com)

Inspector Serôdio disse...

Cara e longínqua vizinha,

Já de regresso?
(parece que foi anteontem que abalou!)

Aceite a minha sugestão de frustrado alfacinha de gema: aterre sã e salva, primeiro que tudo; dê um salto ao Bairro só para comprovar que aquilo já não é o que era; dê um giro pela zona do Rio, disfrute de um sempre suculento bife na Trindade e não descure a agenda cultural, com ofertas para todos os gostos; apanhe o Alfa da manhã, com direito a 3 horitas de merecido repouso e depois desanque à vontade nas francesinhas (hummmm, que saudades tenho de comer uma fora de horas no Capa Negra...).

Até à vista!

franksy! disse...

e ainda vais mandar uma pinceladela na minha casa nova! ;)