segunda-feira, fevereiro 02, 2009

em defesa do (algum) jornalismo

Que o mundo da comunicação social, ou de alguma comunicação social, vai mal, isso já sabemos. Do que se passou no Comércio do Porto nem vale a pena falar, já que a própria classe parece ter esquecido o assunto e poucas ou nenhumas notícias (ou desenvolvimentos) têm vindo a lume sobre isto. Tudo está bem quando acaba bem... deve ser isso!

E que a crise tem as costas largas e serve como desculpa de muitas coisa... isso também já sabemos! É como eu. Tenho mau feitio e muitas vezes sou mal humorada/mal encarada. Então, quando o pessoal tá fodido ou não lhe apetece discutir como adultos, lá diz que eu sou assim e sou assado... agressiva, mal disposta, rezingona! Mesmo que eu esteja calma, com um tom de voz monocórdico e sem veias a saltarem-me do pescoço... tenho as costas largas! O mesmo se passa com a crise! Os grupos económicos (que detém os media, neste caso) até podem estar mal. Mas não me fodam!! De certeza que aproveitam para fazer saneamentos, disfarçados de despedimentos colectivos ou rescisões. "É a crise... temos que despedir", dizem. Não dizem "É a crise... temos que cortar para metade o salários dos administradores..."

Pela defesa de dois dos mais antigos títulos do jornalismo português, ASSINEM!

Pelo Diário de Notícias

e pelo Jornal de Notícias

porque, menos órgãos de comunicação social significa menos pluralismo! E quem perde é o leitor, o povo em geral! (ah! e não me digam que essas petições online não valem nada. O que não vale nada são atitudes derrotistas e comodistas!!)

2 comentários:

Lucilia disse...

Pediste, assinei e divulguei:)

Mexicano em Praga disse...

Eh pah, calma Lee. :P

Vou já assinar antes que me chames derrotista...