terça-feira, fevereiro 13, 2007

Reggae weekend

Ora deixem-ma cá ver se actualizo esta cena... O fim de semana que começou na quinta à noite durou até domingo à noite, terminou com um aniversário português!!
Ora na sexta fomos a uma festa de reggae, algures ao pé do mar, num clube russo com muita pinta!! Perdi-me 2 vezes pelo caminho, até chegar a casa da Aude onde estavam os restantes voluntários! Só tive tempo de comer um bocado de pizza e agarrar um CCM (City Centre Mix = vodka com sumo) e saímos rumo à festa, que começava às 9h00... Depois de nos perdermos mais uma vez, lá encontramos uma freak estona que nos levou à festa e ainda conseguiu que entrássemos por apenas 3,33333 euros (50 kroon). Mal cheguei à pista, parti-me a rir!!

que raio de banda de Reggae é esta???? Ainda por cima cantavam em russo!! "Spa Koina" ("Tem calma") foi a melhor música! Mas que grandes personagens!! Não foi difícil perceber porque o clube estava quase vazio... Mas, sem grande problema, porque só nós éramos uns 10!!
Cedo a coisa se compôs com mais uma banda, desta feita irlandeses! Bem bonito(s)!!!

Bem, quando acabaram de tocar (aí umas duas horas depois) foi o descalabro!! Pelo menos para mim e para a Jessy (amiga do Kelig que está cá de visita!)! Sem meias medidas, fomos atrás dos gajos para a sala VIP! O resto do pessoal já tinha bazado. Sobrávamos eu, Jessy, Kelig, Christian e a Kata (alemã). Tudo para a sala VIP, continuar a cantar e a beber... birls e djambés! Foi uma alegria!!

eu e a Jessy, em altas!! Dei-me super bem com esta miúda, falamos a mesma linguagem, no mesmo comprimento de onda! Então quando pusemos os olhos nisto:

quer dizer... é fácil duas gajas serem consensuais nesta matéria!!!
Dois pontos a reter sobre esta festa: a primeira vez que fui ao reggae e só havia brancos na festa!! A primeira vez que vi, numa festa reggae, os rastas serem a minoria (menos de 10 pessoas, se contarmos com a banda)! Gente estranha, esta!!

Foi tudo lindo e maravilhoso até sairmos da festa... Como só faltavam duas horas para o primeiro autocarro, decidimos esperar... (a Kata desistiu e foi ara casa de táxi) Primeiro no Levi'st onde eles os três adormeceram e eu fiquei a olhar para o boneco... Mas, finalmente, conheci a dona do quarto para onde tenciono mudar! Teve umas saídas um bocado infelizes (acerca dos 3 dorminhocos) mas, dela o que quero é o quarto!!!

Quando o Levi'st fechou fomos para o OLD CLUB! Atenção: quem andar por Tallinn nunca vá a este sítio!!! Eu pelo menos, não tenciono a pôr lá os pés!! Estávamos numa mesa, eu pedi qualquer coisa para comer e o Christian apercebeu-se que tinha perdido a carteira (quando ao sair da festa tivemos que escorregar, de cu, por umas escadas completamente cobertas de neve). Ele volta para trás e eu e a Jessy ficamos sozinhas com o Kelig, que dormia profundamente!!! Bem, os bisontes proprietários e os trogdloditas dos seguranças do bar devem ter um problema com a malta que está a dormir! Se ele estivesse bêbado, a incomodar alguém, a armar estrilho... mas não, estava quietinho, a dormir!!
Foi o caos! um dos gajos tentou pegar em mim, em braços para nos explusar do bar, só porque o Kelig estava a dormir! Como já tínhamos pago a comida, mas ainda não a tínhamos visto, não fomos a lado nenhum! Grande discussão: eles em russo, nós em inglês! E o animal sempre a tentar levantar-me da cadeira... mais um bocado e acho que me tinha passado a sério! Bem, o gajo lá se capacitou que eu não era uma pena e decidiu pegar no Kelig, em peso, passou-o por cima de mim e atirou-o para a porta, onde ele caiu redondo! Mas, finalmente acordou! Eu passei-me, mas o gajo era bué de grande e eu recuei 30 segundos depois! Mas ainda o mandei a baixo de Braga em bom Português, o que foi motivo para espanhóis e italianos se rirem à força na cara do gajo! Já cá fora, chega o Christian com a sua carteira intacta e apanha um susto! A Jessy estava tão nervosa que até chorava, o Kelig todo atordoado, nem sabia bem o que lhe tinha acontecido! E eu, incrédula, aos berros no meio da rua! "They kicked us out, Christian!", literalmente!!! Tantámos chamar a polícia, 4 vezes... Somos estrangeiros e como tal, fomos completamente ignorados!! Se alguém estivesse a morrer, bem que se ia... Eu acho que este assunto é da maior importância e que a embaixada francesa devia ter conhecimento do que se passou. Aliás, eu quando voltar a passar na embaixada vou interrogá-los sobre isso. Então uma pessoa liga par a polícia e não obtém resposta?? Desligaram-nos o telefone na cara 4 vezes!!! Este país assim nã vai longe!

1 comentário:

Mexicano em horky disse...

Porra, granda filmaria!!!!
desligaram-vos o telefone na cara!?!??
Inacreditável...

Se calhar na bófia näo falam Ingles...