sábado, janeiro 20, 2007

os ultimos tres dias: sexta-feira

bem, na sexta não fiz nada... quer dizer, se não tivesse feito mesmo nada este post não existiria. Mas a verdade é que fiz muito pouco.
ora, pela manhã estive em casa a preparar a minha apresentação sobre Portugal. Não a vou apresentar só na International Evening, que acho que só é em Março. Vou mostrá-la também à malta da organização, para ver se eles ficam a conhecer-me melhor. Está a ser surpreendentemente agradável fazer uma apresentação sobre Portugal. Estou a relembrar muita da história que se dá na escola.
Estes gajos (estonianos) têm um bocado a mania que são uns coitadinhos porque foram invadidos 3 vezes (2 pela URSS e uma pela Alemanha). Mas em matéria de invasões... bem, acho que Portugal ganha! Claro que estou a contar desde antes dos romanos!! ;) Só quero com isto dizer a estas pessoas que: a manta de retalhos do passado fará o padrão do futuro. E que, como tal, não podem ser tão racistas e intolerantes. É preciso aprender a reconhecer e a viver com a diferença (é outra vez a questão dos russos. Eu depois explico, prometo).
O importante é que a minha apresentação está a ficar bem catita, também graças às fotos do Fil. Se alguém tiver alguma coisa que gostaría de mostrar... here's you'r chance! Ah! e tenho que fazer um capítulos sobre: "Como vivem os jovens porugueses". Sugestões?


(O Atelier de Chocolate do Pedro. Ou seja, um belo café, super quitado com fabrico artesanal de chocolate de alta qualidade. Era o que eu dizia acerca de ter encontrado o Bairro Alto aqui da zona. Mas, por incrível que pareça, o café, neste sítio, é mesmo bom, apesar de gigante e caro!)

À tarde, fui à Universidade ver de cursos de russo para estrangeiros (quando escrever o meu post sobre os russos vão perceber porque fui em busca de curso de russo e não de estoniano). Finalmente, vi gente bonita, com área de interessante. Por gente entenda-se (95% )gajas. A esmagadora maioria dos homens são feios, mais de metade abaixo do limite do aceitável da hediondez!! É mais ou menos assim: os estonos são feios, os russos uns parolões!
Almocei na universidade. Se bem que aqui comer num sítio público é muito estranho... parece que é sempre pequeno almoço. E têm milhares de saladas, brancas, rosas (algumas fúscia mesmo), verdes, amarelas... De carne só sabem o que é porco e frango!!!! E batatas é que é fixe!!!


(Ainda não percebi bem porque mas, esta porta é um símbolo da cidade e foi feita não sei por quem... enfim, vem em todos os roteiros turísticos. Tem cerca de 1,70m de pé direito =/ )

Bem, quando saí da Uni começou a nevar, coisa que eu nunca tinha visto. Não é uma cena forte... são uns flocozinhos, frescos e fofos... Até aqui tudo bem. Mas, uma esquina depois e um vento, também bem fresco, lembra-me que Tallinn tem mar!!! Mas tá-se bem!!! Tem estado entre 0 graus e menos 2, aguenta-se na boa. Mas para a semana preve-se que estejam menos 10 a menos 15... sabem que isso significa?? Let's go shopping: um Super Casaco e umas Super Botas!

Bem, after uni, continuei a bulir na apresentação. Quero uma cena mesmo brutalíssima, super quitada, ainda que fiel e verdadeira!!! E depois?? Sexta à noite é noite de rambóia em qualquer parte do mundo! Então, depois de um belo jantar em casa dos outros voluntários, siga para Vanna Tallinn! Por casa entenda-se uma penthouse (para 5, entretanto chegou a outra habitante, uma russa que fala espanhol...), num bairro maioritariamente russo, com o seu próprio Mac Donald's... Bem, aos 5 habitantes juntei-me eu, mais uma alemã e duas francesas! Alegria!!
Ou não... No fim do jantar (chicken) só eu, o italiano, uma ucraniana e a russa é que saímos. "Que seca que isto pode ser", pensei eu. Mas qual quê... Julia, a russa, revelou-se uma óptima entertainer! já não me ria assim... há algum tempo! Riso daquele descontrolado de non-sense... já não me lembrava como sabia! It feels good!! A Julia não parava de se meter com toda a gente. E como ela diz, e com muita razão, as pessoas aqui são lentas em tudo, até a reagir a um simples piropo. São, o que eu chamaria de "Barcelona's opposites"...


(Só umas casitas... Gosto da aruitectura daqui... In case you haven't noticed)

A coisa mais fantástica é que encontrei um estono giro e com ritmo!! (ou melhor, foi ele que me encontrou e me tirou a dançar!) Isto é Surreal! Num bar cujo espaço era tão underground como o Hardcore/Rugby, (mas maior), frequentado por pessoal do Decibeis/Noites Longas (mas mais produzido)... Seja como for, o moço Half Estonian Half Polish até drunfs e bases dançou!! Voodoo People, ao rubro em Vanna Tallinn!!! Eu ao rubro! É o que dá só haver cerveja de meio litro, com 5,2% que se bebe como se de um fino se tratasse...

1 comentário:

Ze_Porvinho disse...

CERVEJA DE MEIO LITRO?

COM 5,2º?

BEBE-SE COMO SE DE UM FINO SE TRATASSE?

Ainda não fui a Tallin, mas vou propor ao Chefe uma visita guiada a essa magnífica cidade de Porto Seguro, no Brasil, da próxima vez que alguém nos patrocinar e tivermos fundos suficientes para estoirar em diversão!
Ah, e cara compatriota que andas lá fora a lutar pela vida, na tua apresentação histórica não te esqueças de referir os feitos do Nobre Viriato e de seu fiel escudeiro Porvinho, por Endovélico!

Hic Hic Hurra